Geografia

Características

A área da Província é de 29.801km2, tamanho que equivale a quase 1% da superfície do país. Mais de 1.000 quilômetros de fronteiras internacionais circundam Misiones.

A sua posição geográfica a torna uma província muito singular. Os rios Iguaçu, San Antonio, Pepirí Guazú e Uruguai constituem os limites com o Brasil para o Norte, ao leste e ao Sul. Ao Oeste, o Rio Paraná marca o limite com a República do Paraguai, ao Sudeste, os arroios Itaembé e Chimiray estabelecem o limite com a província de Corrientes. Mas Misiones também tem uns poucos metros de fronteira seca: a localidade argentina de Bernardo de Irigoyen conecta-se através de uma rua urbana com a vizinha cidade brasileira de Dionísio Cerqueira.

Sol e chuvas

O clima da Província é subtropical úmido, sem estação seca. As chuvas são abundantes durante todo o ano e podem se produzir de maneira inesperada e logo termos um sol radiante. As chuvas variam de 1.700 mm anuais ao Sudoeste até 2.200 mm anuais ao Leste. A temperatura média anual é de 21°C (70°F). Os dias mais frios se registram em junho, julho e agosto, e alcançam em ocasiões temperaturas abaixo de 10°C (50°F). Os verões são quentes: nos meses de dezembro, janeiro e fevereiro se registram temperaturas acima de 32°C (90°F).

Serranias de Misiones

A paisagem de Misiones está formada por serranias cobertas de floresta, por cerros- como o de Santa Ana (372 metros de altura)-, e vales que deixam ver as copas das árvores. As planícies com leves ondulações localizam-se ao sul e ao longo dos rios Paraná e Uruguai. No centro da província há um relevo tabular, em forma de meseta, cuja altura vai crescendo ao Nordeste, alcançando 843 metros sobre o nível do mar nas serranias da margem oriental, na localidade de Bernardo de Irigoyen, perto da fronteira com o Brasil.

Rios e arroios

A Província possui mais de 800 cursos de água, alguns muito extensos, como o Arroio Uruguai, o Piray Guazú ou o Yabebirí. Os arroios nascem nas serranias de Misiones e escoam as suas águas formando quedas e cachoeiras com ecossistemas de grande diversidade biológica, ajudada pela unidade do ambiente própria dos chuviscos produzidos pelas quedas d’água. Esta densa rede hidrográfica deságua em três rios grandes e caudalosos da Bacia do Prata -Cuenca del Plata: o Paraná, o Iguaçu e o Uruguai, que têm suas nascentes em território brasileiro.

Solos vermelhos

Durante a era Mesozóica se produziram grandes erupções vulcânicas que cobriram o Planalto de Brasília com várias capas de basalto. Essas rochas são chamadas meláfiros e podem ser encontradas na maior parte do subsolo de Misiones. A decomposição destas rochas foi formando o solo que resulta da acumulação de óxidos de ferro e alumínio. Está formada por laterita, rocha ou terra constituída por argila e sílice que, devido ao óxido de ferro que contém, apresenta uma cor avermelhada.

Em algumas partes do território, o solo não é muito profundo e podem ser observadas rochas que sobressaem; em outras partes, o solo é pedregoso e muito empinado. Precisamente nos solos mais profundos localizam-se as plantações de erva-mate, chá, florestações e outras culturas como a do tabaco e da mandioca. Os solos pedregosos localizam-se nas partes mais altas das serranias cobertas por florestas.

Ubicación

Misiones se localiza en el extremo Nordeste de la República Argentina. Se ubica entre los paralelos 25° y 28° de Latitud Sur, y entre los meridianos 53° y 56° de Longitud Oeste.

Temperatura

El clima de Misiones es Subtropical sin estación seca y la temperatura media anual es de 21° C.

Colón 1985 - Posadas - Misiones
Tel: (0376) 4447539 / 40
promocionymarketing@misiones.tur.ar